domingo, 29 de agosto de 2010

Serena


não crio mais lutos
nem corto meus pulsos
descobri que existe na vida algo bem leve
e livre de qualquer especulação
não crio mais dilemas
tenho um mente serena
e mergulho nas águas desse poema
que hoje não me afoga
só me lava
que leva consigo
cada gota da lágrima
(Paula Marina)

3 comentários:

  1. letras, gastronomia, construtora de um belo poema, o seu talento se distribui mais em q?

    bj

    ResponderExcluir