sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Regue-me


Venha como a gota de orvalho
Regue a flor que já é sua
Leia o seu nome, eu o escrevi em todos os muros da minha rua
Carregue-me com você nos seus braços, no seu peito, na sua mochila
na sua cabeça, na sua ilha...
Quero te amar encima da casa, debaixo do carro, deitada na lua...

-Paula Marina-

3 comentários:

  1. Não poupe em nenhum momento o amor.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  2. vixe,se apaixonou,vai se esquecer dos amigos de novo :D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D

    ResponderExcluir
  3. Adorei! Linda expressão do amor!
    Bj grande

    ResponderExcluir